Dia de Cumeeira no B32

Dia de Cumeeira no B32

24 de agosto de 2019

 

Uauu!!!!! Última laje concretada! Chegamos a cumeeira!  Comemoração!! Subimos ao cume do Everest, chegamos ao topo do mundo, lá onde, se você erguer os braços, toca o céu!  Subir pela cremalheira levou menos de um minuto, mas pela picada íngreme, cheia de pedras, pela qual viemos, nos agarrando pelas beiradas, levando porrada, levou uma vida, levou a juventude, mas, pelo menos, nos deixou vivos, o que, pensando bem, já é uma vitória!! Essa pedreira não deixa saudades, mas sua lembrança nos aquece nesse inverno. 

Que luta! Quantas batalhas! Quanta angústia! Quantos becos sem saída, quantas portas que só abriam arrombadas, quantas voltas sem volta, seguidas de tantas quantas reviravoltas, quanta revolta, quanta estupidez! Mas, aqui no topo do mundo, esqueço tudo. Nem cansaço, nem mágoa, nem arrependimento, nem ao menos um lamento, acabou o tormento, ficou tudo para trás, esquecido, lá em baixo. Restou esse misto de vitória com derrota, este cansaço de uma conquista suada demais, que talvez, somente talvez, justifique a obstinação pela trilha íngreme, caminho com começo, mas sem fim! Caminhante que sou, eu sei que você nunca alcança o horizonte, mas hoje, nesta foto, neste instante alcancei o céu!!

 

blank